quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Daqui até a eternidade.

Eu acredito sim que algumas coisas foram feitas para nunca acabarem. Acredito que vale a pena jurar amores eternos, pois um deles, sobrevive até o fim. Não sei bem como funciona essa história de "para sempre". Se isso significa que nos tormentaremos o dia todo nos sentindo na obrigação de dedicar a esse amor tudo que temos, ou se essas coisas vem e vão, em algum lugar sempre presentes. Sei que há amores que se guardam nas lembranças - boas ou más - e sei que há amores que permanecem intocáveis dentro do nosso coração, ocupando um lugar que tem exatamente as suas medidas, que foi feito especialmente para ele, e para mais ninguém. Somos tão fiéis à esse amor, que conseguimos manter toda a paciência do mundo, e nunca deixamos de acreditar que teremos uma hora só para nós. Mudamos, conhecemos, descobrimos, duvidamos, mas em algum lugar, sentimos que é verdadeiro e raro, e que há de durar... para sempre.

Um comentário:

a muy lueca. disse...

foi tu que escreveu isso?