terça-feira, 12 de maio de 2009

Sou estúpida porém verdadeira

Sou estúpida sim, e não vou sorrir para quem não quero. Debochada? Eu? Claro, essa é a minha profissão, e adoro ver seu olhar de morte quando te trato com estúpidez. Simpática, com você? Só de década em década, então aproveite quando eu te sorrir. Sou rara, sou antipática, metida, de nariz empinado, dou risada na sua cara de suas glórias, só para você pensar se realmente está sendo glorioso esse seu momento. Se me vê no ônibus, ou em qualquer outro lugar e tem vontade de bater na minha cara, porque não faz isso, estou dando a minha cara para bater. Estou tentando realizar o seu tão aguardado sonho. Mas cuidado, porque logo eu terminarei com ele. Não sou má! Apenas maléfica. Se quer ter a minha confiança e conhecer a minha rara simpátia, conquiste-a, mas já lhe aviso que isso é muito raro alguém conseguir. Não odeio ninguém. Apenas ignoro quem merece. E todos vão ter de mim o que realmente merecem, vão ser tratados da forma que me tratam, vão conquistar um pedaço de mim que realmente merecem, e serão recebidos com um sorriso ou com apenas a minha gelada seriadade. Aprendi tudo isso e mais um pouco até agora. Então se acostume com o meu jeito de ser. Porque eu percebo muito rápido o que as pessoas querem de mim. Sou estúpida, porém verdadeira.

Um comentário:

Lívia Coimbra disse...

luaana.. que irado esse texto! é teu?