quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Novos começos são presentes.

Novos começos são presentes. É quando se tem a chance de refletir sobre erros, reviver acertos, pensar no futuro. Quando um novo ano começa, isso tudo vem com muito mais força, porque é como se brotasse luz dentro da gente, iluminando tudo, mostrando coisas que a gente ainda não tinha percebido. Aí é a hora de botar a cabeça em ação, pensar em que rumo queremos dar às nossas vidas, no que precisa ser mudado, no que precisa ser mantido; é hora de pensar não só no começo do ano, mas em todos os começos que vamos ter a partir dali. Fazer planos e querer cumprir. Despertar ânimo. Limpar armários, gavetas. Rever antigos amigos, conhecer novos. Quero meu coração batendo mais velozmente. Quero reaprender a amar. Quero começar, junto com o ano, a ser mais tolerante. Quero me preparar para o futuro, estudar mais, ler mais, escrever mais, fazer planos para os meus próximos começos. E o principal: quero começar a viver de verdade; não vou mais ganhar o presente de um novo começo e deixá-lo na estante...

Nenhum comentário: